fingerprints.jpg

SLBEI - Seminário Luso-Brasileiro de Educação de Infância

CLABIE - Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Infâncias e Educação

O Seminário Luso-Brasileiro de Educação de Infância/Educação Infantil surge da necessidade de discussão sobre a formação docente, as culturas da infância e a participação das crianças (dos 0 aos 6 anos de idade) nos diversos contextos e atividades que lhes dizem respeito. A primeira edição teve lugar em Maceió, Brasil, em novembro de 2015 (I Seminário Luso-Brasileiro de Educação Infantil - "O lugar da criança nas políticas e práticas educacionais"), organizado pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e a segunda em Braga, Portugal, em julho de 2016 (II Seminário Luso-Brasileiro de Educação de Infância - "Investigação, formação docente e culturas da infância"), organizado pela Universidade do Minho (UMinho). A terceira edição realizou-se novamente no Brasil, em julho de 2017 (III Seminário Luso-Brasileiro de Educação Infantil - "Políticas, Direitos e Pedagogias das Infâncias"). O quarta edição do SLBEI - Seminário Luso-Brasileiro de Educação de Infância e I CLABIE - Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Infâncias e Educação realizou-se em Aveiro - Portugal (em novembro 2018) sob o tema "Educação, culturas e cidadania das crianças". O V SLBEI - Seminário Luso-Brasileiro de Educação Infantil e II CLABIE - Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Infâncias e Educação realizou-se em S. Paulo - Brasil, em dezembro 2019, sob o tema "Infâncias, cidade e democracia".

Em 2021, realiza-se o VI SLBEI - Seminário Luso-Brasileiro de Educação Infantil e o III CLABIE - Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Infâncias e Educação, online e presencial, tendo lugar na Universidade do Minho nos dias 20 e 21 de dezembro. 

Numa perspetiva de internacionalização da formação e da investigação, esta reunião científica congrega investigadores/as, educadores/as, professores/as, formadores/as, estudantes e demais interessados/as nas pesquisas, nos debates e nas propostas relacionados com a infância e a educação.

Pretende-se igualmente fomentar o intercâmbio de profissionais que atuam em diversos contextos de educação das crianças, almejando promover o bem-estar, a cidadania e as culturas da infância.

Fernando Ilídio Ferreira (UMinho, Portugal), Cleriston Izidro dos Anjos (UFAL, Brasil)